VIDEOS LONGOS OU CURTOS ? QUAL A TENDÊNCIA DO VIDEO MARKETING ?

Jessica Mraz escreveu um artigo muito interessante sobre uma recente pesquisa realizada pelo Google para responder a seguinte pergunta: tratando se de video marketing o que é mais efetivo, vídeo longos ou vídeos curtos ?

O ponto de partida foi produzir três diferentes cortes do mesmo vídeo com durações diferentes.Todos eles habilitados na opção True View, que dá ao usuário possibilidade de pular o anúncio. Dois aspectos chave foram analisados, um, o que as pessoas decidem assistir e por quanto tempo e dois, de que maneira isso impacta a marca. Os tempos foram os seguintes, 15 segundos, 30 segundos e um corte bastante longo – dois minutos e dezessete segundos. Assista abaixo a versão dos vídeos e os comentários.

CORTE DE 15 SEGUNDOS

A menor versão do anúncio, o vídeo de 15 segundos possui uma exibição da marca de 6 segundos o que representa 33% do tempo total do vídeo.

QUAL ERA A IDÉIA DO GOOGLE: A curta duração do vídeo faria com que as pessoa pulassem menos o anúncio. O equilibrio entre o tempo de exibição da marca e o tempo de contar a história cativaria a atenção dos usuários

CORTE DE 30 SEGUNDOS

Esse corte possibilita dar mais detalhes a respeito da história, e tem mais cenas do produto. No entanto, a porcentagem de tempo que o produto aparece em cena é a mesma da do corte de 15 segundos. O produto aparece um total de 11 segundos, o que é aproximadamente 33% do tempo total como no caso anterior.

QUAL ERA A IDÉIA DO GOOGLE: Esse corte do vídeo proporcionaria ao usuário um contato mais profundo com a história, ainda que fosse curto. Para o google essa versão reunia o melhor dos dois mundos, Curto o bastante para segurara atenção do espectador e longo o bastante para permitir o aprofundamento da história.

VEJA TAMBÉM ESSES ARTIGOS:  PRODUZINDO VÍDEOS A BAIXO CUSTO PARA SUA STARTUP

CORTE DE 2:17 ( Dois minutos e dezessete segundos)

Essa é a versão mais longa dos três vídeos exibidos no teste. Esse vídeo mergulha profundamente na história da família e só vamos ver o produto em 1:17 de vídeo. Diferente das versões anteriores, o tempo total de exibição do produto  é de 12 segundos ou apenas 9% do tempo total do vídeo – contra os 33% das versões anteriores.

QUAL ERA A IDÉIA DO GOOGLE: Essa versão mais completa utiliza a história como base de engajamento, quanto mais o usuário permanece mais ele cria vínculo co ma família Gomez e a história de sua luta. Quanto mais facetas da família são reveladas, mas isso pode manter os usuários engajados.

ALGUMAS CONCLUSÕES SOBRE O RESULTADO DA PESQUISA:

O CAMINHO PODE SER O DO MEIO: Os dois vídeos mais longos foram assistidos com mais frequência que o vídeo de 15 segundos. No entanto, o vídeo de 30 segundos teve o maior View-Through Rate – que é uma medida em vídeo que significa quantas vezes o vídeo foi disponibilizado para ser assistido para usuários (impressões) dividido por quantas vezes o vídeo foi assistido de fato.  O vídeo de 30 segundos teve uma taxa de clique bastante superior as outras duas versões;

Um ponto importante que fica com essa pesquisa é que os vídeos mais curtos não necessariamente vão obter mais atenção. Outra coisa é que é importante criar uma conexão criativa entre a marca e a história que o vídeo conta. Outra observação a se fazer é entender que existe um gap nas respostas fornecidas entre preferir assistir de uma maneira e recall. Para ler o relatório completo do google, clique AQUI. CAso queira saber quais fatores formam o orçamento de um vídeo, CLIQUE AQUI Esperamos que esse artigo tenha sido útil e até a próxima.

Pin It on Pinterest

Share This